Home / Diário Materna / E por aí algum sufoco na hora de dormir?

E por aí algum sufoco na hora de dormir?

Medo do escuro, ausência da mãe. Há muitos motivos pelos quais as crianças não gostam de dormir sozinhas e não faltam razões para procurarem a cama dos pais quando acordam no meio da noite. Encontrar uma solução que funcione é um processo de tentativa e erro e requer muita dedicação.

Para a pediatra Patrícia Rezende, do grupo Prontobaby, é importante mostrar à criança que dormir em seu próprio quarto lhe garante autonomia e sinaliza que os pais têm confiança nela.

“Tente passar ao seu filho que agora ele ganhará mais independência ao dormir sozinho e que terá em seu quarto um espaço para se desenvolver e fazer as suas atividades. Aquele será o seu lugar na casa”, explica.

Apesar do otimismo, sabe-se que esse momento de transição não é fácil, principalmente para os adultos. A seguir, a pediatra desmistifica o tema e dá dicas do que é aconselhável na hora de dormir. Confira:

Dormir com os pais pode?

Eu sou muito defensora da teoria do apego. Não vejo malefícios de a criança se “acostumar” a dormir com um adulto. É o esperado. Quando pensamos em termos evolutivos, a hora de dormir é a hora mais vulnerável. É normal que as crianças só se sintam protegidas com um adulto por perto.

Existe uma idade mais adequada para que os pais deixem de acompanhar o filho na hora de dormir?

A idade para que os pais deixem de acompanhar varia de criança para criança. Algumas já desde os três ou quatro anos conseguem dormir sozinhas em seus quartos com um adulto ajudando a induzir o sono, seja com uma massagem ou uma história de dormir. Outras, só após os sete ou oito anos conseguirão adquirir essa capacidade. Depende muito do grau de autoconfiança da criança.

Como ajudar o filho a dormir sozinho?

Pelo menos duas horas antes de dormir, eliminar as telas, reduzindo o ritmo da casa e a iluminação. É importante incentivar a atividade física durante o dia e manter a mesma rotina antes de dormir, como o horário de escovar os dentes e a troca da roupa pelo pijama. Podem ser utilizados também objetos de transição, como um ursinho. É importante que o pai ou a mãe saia do quarto antes de a criança pegar no sono, para que a criança entenda que o adulto não vai estar ali se ela acordar no meio da noite.

Se a criança dorme sozinha desde pequenininha, isso pode prejudicá-la de alguma forma?

Se a criança espontaneamente dorme sozinha, ótimo. Sou terminantemente contra a criança que é deixada sozinha. Hoje temos vários métodos de “educação do sono” e muitos envolvem o choro supervisionado. Sabemos que a criança que é deixada chorando fica com níveis mais altos de cortisol no sangue, o hormônio do estresse. A separação do bebê do seu cuidador principal pode levar a quadros de ansiedade desde a primeira infância.

Foto: banco de imagem Sempre Materna

Deixe seu comentário

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top