Home / Amamentação / Sociedade brasileira de pediatria lança manual do aleitamento materno

Sociedade brasileira de pediatria lança manual do aleitamento materno

amamentação02
A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro (Soperj) promovem evento para a população, no dia 04 de agosto (domingo), das 9h às 13h, nos jardins do Palácio do Catete, para o lançamento de Manual para profissionais da saúde e em comemoração à 22 ª Semana Mundial do Aleitamento Materno.

O ato contará com as crianças do coral e do grupo de teatro organizados pela Academia Brasileira de Pediatria, atividades lúdicas e orientação para as famílias, que poderão tirar dúvidas a respeito do aleitamento materno. Este ano, a campanha tem a pedagoga e bailarina Roberta Fernandes e o ator Marcelo Serrado como madrinha e padrinho.

O Manual aborda desde fisiologia da lactação até a contribuição dos Bancos de Leite Humano, passando por temas como o uso da tecnologia e a proteção legal do aleitamento materno. “Trabalhamos para a diminuição dos índices de mortalidade infantil e para levar mais qualidade de vida para as crianças. Por isso, a iniciativa do nosso Departamento Científico de Aleitamento Materno de produzir o Manual”, diz o presidente da SBP, Eduardo Vaz.

 

Dentre as várias informações, o esquema para a introdução da alimentação complementar é o também preconizado pelo Departamento de Nutrologia da SBP. Até os seis meses o bebê deve receber somente leite materno, sem água, nem chás.

A partir dos seis meses, cereais, tubérculos, carnes, leguminosas, frutas (raspadas, amassadas, sucos) e legumes devem fazer parte da alimentação da criança no mínimo três vezes ao dia. Os alimentos precisam ser oferecidos, de forma lenta e gradual, mantendo o leite materno até os dois anos da criança ou mais. Os horários devem ser regulares, acompanhando o das refeições da família, respeitando o apetite da criança.

A alimentação complementar deve ser espessa desde o início e oferecida em colher, começando com consistência pastosa (papas/purês). Açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas, salgadinhos e outras guloseimas devem ser evitadas no primeiro ano de vida. Peixe e ovo podem ser introduzidos a partir do sexto mês, mas leite de vaca integral não deve ser oferecido no primeiro ano.

Para a população, além do evento no Catete, o Disque-Amamentação da Soperj vai funcionar pelo telefone (21) 9981 5866, das 9h às 16h nos dias 1 e 2 (quinta e sexta-feira) e 5,6 e 7 (de segunda a quarta-feira).

A SMAM é uma estratégia idealizada pela Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno (Waba, a sigla em inglês) e ocorre, de 1 a 7 de agosto, em mais de 150 países. O tema deste ano é: “Apoio às mães que amamentam: próximo, contínuo e oportuno”.

Serviço
22º Semana Mundial do Aleitamento Materno – de 1º/08 a 07/08/2013

Palácio do Catete
Rua do Catete, 153 – Catete – Rio de Janeiro/RJ

Sociedade Brasileira de Pediatria
www.sbp.com.br

Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro
www.soperj.org.br

Deixe seu comentário

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top