Home / Diário Materna / Alimentação saudável ajuda no desenvolvimento da criança

Alimentação saudável ajuda no desenvolvimento da criança

untitled1

Alimentos variados e ricos em vitaminas e minerais devem ser incluídos tanto nas refeições feitas em casa como no lanche escolar. Suplementos vitamínicos infantis ajudam a complementar os nutrientes

Para melhorar ainda mais o rendimento escolar, a alimentação merece cuidados especiais. Afinal, as crianças precisam de disposição para aprender e aproveitar o dia. Nem sempre é fácil ingerir as porções recomendadas de frutas e vegetais, por isso é necessária muita criatividade nas refeições, além de contar com os suplementos vitamínicos, que preenchem as necessidades diárias de importantes micronutrientes e corrigem eventuais lacunas nutricionais não atingidas pela alimentação habitual.

Para o bom desempenho do cérebro, a ingestão de vitamina E (óleos vegetais, ovos e leite) é fundamental, assim como a vitamina B1 (carnes, peixes, leguminosas e cereais) e a B12 (carne, ovos e leite). Esta última também é importante para a formação das células do sangue e para a síntese do DNA.

Segundo a gerente médica do Aché Laboratórios, Jana de Ameixa, para o crescimento e desenvolvimento saudáveis da criança, a dica é apostar na alimentação diversificada, composta de alimentos pertencentes aos quatro grupos principais: leite e derivados; carnes variadas e ovos; pães e cereais, e frutas e hortaliças.

“Além da composição adequada de carboidratos, proteínas e gorduras, é fundamental estar atento à qualidade dos alimentos, para garantir a oferta adequada de micronutrientes, como as vitaminas, o zinco e o selênio. As vitaminas do complexo B, presentes em carnes, peixes, ovos e fígado, dentre outros, são particularmente importantes para o metabolismo e desenvolvimento cerebral”, explica doutora Jana.

A vitamina A é indispensável para o crescimento e o funcionamento do sistema imunológico, além de ser ótima para a pele e a visão. Ela pode ser encontrada no leite integral e seus derivados, na gema do ovo e em diversas verduras, hortaliças e frutas, como cenoura, abóbora, batata-doce, mamão, couve e agrião.

Já a vitamina C, presente especialmente em frutas cítricas, é um poderoso antioxidante que fortalece o sistema imunológico e auxilia na absorção do ferro. A vitamina D, por outro lado, tem como principal fonte o sol e é imprescindível para a saúde dos ossos, ajudando o organismo a assimilar o cálcio.

Cobre, zinco e selênio completam a lista e confirmam a importância de acrescentar ovos, leite e peixes para ter uma dieta mais rica e saudável, além de castanhas e outros frutos do mar.

Doutora Jana observa que uma alimentação pouco diversificada e repleta de guloseimas, como biscoitos recheados e sorvetes, pode estar associada à deficiência dessas vitaminas e micronutrientes, chamada “fome oculta”. “Há a diminuição de fatores protetores antioxidantes e um possível impacto no desenvolvimento de vários sistemas e órgãos da criança. A deficiência de zinco, por exemplo, está associada a uma piora no desenvolvimento intelectual.”

Hora do lanche variada e saudável

Com os pequenos fora de casa por longas horas, é preciso ter certeza de que estão se alimentando de maneira correta. Na lancheira, por exemplo, os pais devem incluir frutas da estação, de forma a garantir que a criança receba ao menos cinco porções diárias por dia de frutas e hortaliças, conforme indicado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).

A oferta de leite ou derivados garante o aporte necessário de cálcio. Além disso, a médica recomenda acrescentar na lancheira sanduíches naturais, vegetais crus ou bolos simples. “Uma bebida que deve sempre estar na lancheira é a água: os pequenos precisam ser estimulados a consumi-la sempre que estiverem com sede. Embora saudáveis, sucos naturais devem ser oferecidos com parcimônia, respeitando as quantidades de 150 ml por dia, até os 6 anos, e 240 ml, para os maiores de 7 anos”, destaca.

Alimentos e bebidas industrializados devem ser evitados, pois contêm muito açúcar, conservantes e calorias, mas poucos nutrientes. Se a correria do dia a dia não permitir opções naturais, prefira snacks mais saudáveis, como biscoitos integrais ou multigrãos, e sucos de caixinha sem açúcar. Esteja atento aos tamanhos das porções, que precisam ser adequadas à idade da criança.

Usar a criatividade para montar pratos divertidos pode despertar a vontade de experimentar frutas, legumes e outros alimentos. Veja como é fácil:

untitled

Suplementação vitamínica complementa os nutrientes

Para contribuir com as necessidades diárias de micronutrientes, o suplemento vitamínico e mineral infantil DayVit Kids, do Aché Laboratórios Farmacêuticos, traz dez vitaminas e três minerais, todos fundamentais para o crescimento e o desenvolvimento dos pequenos.

Associado a uma alimentação variada e saudável, as vitaminas e minerais presentes em DayVit Kids auxiliam no funcionamento dos sistemas imunológico e neurológico e na produção de energia, preenchendo eventuais lacunas nutricionais. Tem sabor tutti-frutti e não contém açúcares nem glúten.

Fonte: Aché Laboratórios Farmacêuticos

O Aché é uma empresa 100% brasileira, com mais de 50 anos de atuação no mercado farmacêutico, que tem como propósito levar mais vida às pessoas onde quer que elas estejam. Conta com três complexos industriais: em Guarulhos (SP), São Paulo (SP) e Londrina (PR) e participação na Melcon do Brasil e na Bionovis, joint-venture brasileira dedicada à pesquisa e desenvolvimento de medicamentos biotecnológicos. Emprega mais de 4.600 colaboradores e possui uma das maiores forças de geração de demanda e de vendas do setor farmacêutico no Brasil. Para atender às necessidades dos profissionais da saúde e consumidores, o Aché oferece um portfólio com 326 marcas em 804 apresentações de medicamentos sob prescrição, genéricos e MIP (isentos de prescrição), além de atuar nos segmentos de dermocosméticos, nutracêuticos, probióticos e biológicos. Ao todo, são 142 classes terapêuticas e 25 especialidades médicas atendidas. O foco do Ache em Inovação é desenvolver produtos atraentes que estão atualmente presentes em 20 países das Américas, África e Ásia. Os produtos inovadores do Ache estão sendo desenvolvidos para registro nos mercados mais regulamentados do mundo.

Em 2017, 2016 e 2015, o Aché ficou em 1º lugar na categoria Farmacêuticas e Ciências da Vida do prêmio Inovação Brasil do jornal Valor Econômico, em parceria com a consultoria Strategy&. Em 2017, pela 1ª vez, ficou entre as 10 empresas mais inovadoras do Brasil. Também em 2017, ficou em 1º lugar na categoria Farmacêutica no prêmio Época Negócios 360º – As Melhores Empresas do Brasil e conquistou a 1ª posição do setor Farmacêutico, Higiene e Limpeza no prêmio As Melhores da Dinheiro, promovido pela revista IstoÉ Dinheiro. Figurou também em 1º lugar na categoria Indústria Farmacêutica na 14ª edição do estudo Empresas que Mais Respeitam o Consumidor. Em 2017, 2016 e 2015, foi eleito a 1ª colocada do setor no Prêmio Empresas Mais, pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Fundação Instituto de Administração (FIA), ligada à Universidade de São Paulo.

Deixe seu comentário

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top