Home / Amamentação / Aleitamento materno, introdução precoce de alimentos sólidos e excesso de peso na infância

Aleitamento materno, introdução precoce de alimentos sólidos e excesso de peso na infância

stk_expecting_PHP3073897_4x3

O aleitamento materno representa forma natural e adequada de alimentar uma criança nos primeiros meses de vida, propiciando crescimento e desenvolvimento adequados. A Organização Mundial de Saúde preconiza que o aleitamento materno exclusivo seja mantido até os seis meses e que a sua complementação com outros alimentos é necessária somente a partir dessa idade.
Sabe-se que os primeiros meses de vida são apontados como cruciais para o desenvolvimento da obesidade. A introdução precoce de alimentos sólidos, particularmente antes dos quatro meses de vida, associa-se a um aumento do ganho de peso e até de gordura corpórea durante a infância, fatores esses considerados predisponentes à obesidade futura.
Nesse contexto, o momento de introdução de outros alimentos, inclusive sólidos, também tem sido considerado um aspecto importante na atenção à criança, até por suas possíveis consequências sobre a saúde ao longo de toda a vida. A obesidade, atualmente, é um dos grandes desafios da saúde pública, inclusive na pediatria, desde os lactentes até a adolescência.
Para mais informações sobre este tema, podemos agendar entrevistas com um de nossos especialistas da Sociedade de Pediatria de São Paulo. 

Deixe seu comentário

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top