Home / Manual do Bebê / Toda a verdade sobre as cólicas em bebês

Toda a verdade sobre as cólicas em bebês

61

O primeiro trimestre de vida dos bebês costuma ser um período de grande aprendizado, principalmente para a mãe de primeira viagem. O bebê acabou de mamar, está bem agasalhado, com a fralda seca e, ainda assim, chora. Quando nada na rotina justifica tanto desconforto, é quase certo que o problema seja a cólica. As dores abdominais são comuns até o quarto mês, pois o sistema digestivo do recém-nascido ainda é imaturo.

Cinthia Calsisnski enfermeira obstetra explica que os bebês não fazem cocô dentro do útero, assim quando o processo de alimentação, digestão e eliminação se iniciam, tudo é novidade, e muitas vezes as sensações incomodam o bebê.

“Entende-se por cólica quando o bebê menor de 5 meses chora por mais de três horas seguidas, mais que três vezes por semana e por no mínimo 3 semanas. Parece uma eternidade não? Mas antes de esperarmos o diagnóstico preciso, algumas práticas podem dimunuir o desconforto.”Explica Cinthia Calsinski.

É importante citar que bebês amamentados exclusivamente, os alimentados com fórmulas e/ ou prematuros, nascidos a termo, tem as mesmas possibilidades de sentir cólica.

Cinthia diz que não se deve oferecer água ou chás em hipótese alguma aos bebês menores de seis meses de vida. A mãe pode sim beber o chá pensando em atenuar as cólicas dos bebês, algumas relatam até melhora do quadro.

Durante a crise de cólica, as mães podem amamentar para acalmar o bebê, pois o aleitamento materno causa bem estar, e nesta hora todas as alternativas devem ser testadas. Como, massagens, compressas quentes, shantala, banho, banho de balde, dentre outras opções.

 

Fonte:  Cinthia Calsinski Enfermeira Obstetra

Deixe seu comentário

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top