Home / Amamentação / Laserterapia ajuda mamães que sofrem com o problema para não abandonarem o peito

Laserterapia ajuda mamães que sofrem com o problema para não abandonarem o peito

images

Os problemas de amamentação são frequentes e podem ser um grande desafio para novas mães. A dor nas mamas, as fissuras nos mamilos e a mastite são algumas das principais razões pelas quais as lactantes abandonam a amamentação prematuramente. Existe um número limitado de tratamentos efetivos para essas condições, e a laserterapia de baixa potência tem se mostrado eficaz para acelerar a cicatrização dos mamilos e aliviar a dor.

A cicatrização da mama danificada pode ser difícil por causa do trauma continuamente repetido da sucção do bebê, deixando-o propenso a infecção bacteriana e fúngica, resultando em problemas como ductos mamários obstruídos. Segundo a fisioterapeuta Alessandra Sônego, especializada em Saúde da Mulher pelo HC-FMUSP, o laser acelera a cicatrização de feridas, alivia a dor e a cicatrização já é sentida após a primeira sessão. “A laserterapia é um tratamento suave e indolor, geralmente aplicado por fisioterapeutas, que usa o laser no reparo tecidual, reduz a inflamação e a dor. Os tratamentos duram apenas alguns minutos e são inteiramente indolores e sem efeitos colaterais conhecidos. É também benéfico na desobstrução dos ductos mamários e no processo de cicatrização de mamas com mastite”, explica.

Em um estudo recente, publicado nos Estados Unidos, as mulheres tratadas com o laser de baixa potência apresentaram uma diminuição significativa na intensidade da dor 24 horas após o tratamento e a terapia demonstrou ser eficaz na melhora de lesões em mulheres que amamentam, proporcionando alívio e prolongando a amamentação exclusiva.

Deixe seu comentário

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top