Home / Mulher Materna / Eliminando a mamadeira das crianças

Eliminando a mamadeira das crianças

mamadeira

Pediatra  explica a importância da retirada até os 2 anos de idade e dá dicas para facilitar os pais

A retirada da mamadeira é muito importante para o desenvolvimento da criança, mas nem sempre é fácil. Essa “despedida” precisa ser feita de forma tranquila para não ser traumática, e os pais devem estar certos e seguros para obterem êxito nesse processo. De acordo com a pediatra Dra. Rafaella Calmon do Saúde4Kids, o ideal é eliminar a mamadeira até os 2 anos de idade. E ela explica: “o uso prolongado da mamadeira pode alterar o desenvolvimento dos músculos da face, da fala e dentição da criança, causar dificuldades respiratórias e desmame precoce, além de trazer maior chance de cáries, risco de contaminação e aquisição de doenças infectocontagiosas”.

Para auxiliar os papais, a Dra. Rafaella dá algumas orientações:

-a retirada da mamadeira de maneira gradativa aumenta a possibilidade de sucesso;

-explicar ao bebê o que está acontecendo é válido e importante, mesmo que pareça não compreender num primeiro momento;

-“negociar” é uma prática comum entre pais e filhos e também válida, porém, é necessário muito cuidado. As crianças pequenas que não entendem muito bem podem ficar confusas e, as maiores, podem interpretar a situação como chantagem. É importante deixar claro que se trata de uma substituição;

-cuidado também para não fazer a retirada em períodos de transição como início da escola, chegada de um irmãozinho, desfralde, mudança de casa ou quando a criança estiver doente, pois será bem mais confuso e complicado;

-aos seis meses já é possível introduzir os copos de transição para água e suco, assim como iniciar o treino para o uso do canudo, que tem uma forma positiva e benéfica de sucção. Uma dica é acostumar a criança a tomar todos os líquidos no copo e somente o leite da noite na mamadeira, facilitando o processo.

A Dra. Rafaella também comenta que a mamadeira é um dos principais fatores do desmame precoce. “Muitos bebês deixam o peito após os primeiros experimentos com a mamadeira”, comenta a pediatra. Por isso, caso a mamãe não possa mesmo amamentar a criança, a recomendação é oferecer o leite ordenhado ou fórmula em copo ou na colher, evitando a “confusão” dos bicos. Além disso, os bicos artificiais aumentam consideravelmente os riscos de contaminação e as chances das crianças contraírem doenças.

E o mais importante: “iniciado o processo de retirada da mamadeira, não se deve interromper. Isso certamente deixará a criança muito confusa e aumentará a chance de desistência da família”, finaliza a médica.

 Fonte: O Saúde4Kids - Dra. Rafaella

Deixe seu comentário

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top