Home / Diário Materna / Chegou a hora de cortar pela primeira vez. E agora?

Chegou a hora de cortar pela primeira vez. E agora?

 

Como identificar a hora de levar o pequeno ao cabeleireiro pela primeira vez e quais os cuidados que os pais devem tomar previamente. 

 

Alguns bebês nascem carecas, outros cabeludos e quando as madeixas começam a crescer é de forma desconexa. As vezes a franja se desenvolve mais, em outros casos a lateral  que cai por cima da orelha, e por aí vai… O importante é os pais terem consciência  de que isso pode incomodar a criança, além de  não permitir que o cabelo cresça de forma uniforme.

 

Parece uma tarefa simples, mas decidir a hora de cortar pela primeira vez o cabelo do bebê não é tarefa tão fácil para os pais. Quando perceber que o cabelo está grande e precisando de um corte?  Já imaginou se o cabeleireiro cortar o bebê sem querer com a tesoura?  Lavar com força a cabecinha? Usar algum produto que irrite a pele? Como vai segura-lo? E se meu filho assustar?

 

É importante desmistificar alguns cuidados no início da vida do neném. Cortar o cabelo faz bem para a saúde capilar, ajuda a domar as madeixas, além de garantir mais estilo. Basta escolher um profissional especializado que o corte só trará benefícios.

 

Encontrar um lugar especializado é fundamental, afinal, não é simplesmente cortar cabelo. Existem diversos cuidados que devem ser levados em consideração. Na rede de salões Corte Kids, especializada no atendimento infantil, todos os profissionais são treinados para atender desde recém-nascidos à crianças de até 12 anos, inclusive com necessidades especiais.

 

Segundo Alexandre Finozzi, fundador da rede, os pais devem em primeiro lugar pesquisar a reputação do salão e se tem algum profissional especializado no atendimento infantil. “Como em qualquer área, o profissional que atua diretamente com crianças precisa ter alguns pré-requisitos básicos como paciência, amabilidade, controle emocional, bom humor e muita disposição” – afirma.

 

Fazer uma visita ao local também é fundamental para dar mais tranquilidade aos pais. Em salões especializados os profissionais trabalham com materiais diferentes como tesoura sem ponta,  pente apropriado para cada tipo de cabelo e idade e  shampoo  e condicionador próprios para bebês e crianças. A higiene e organização do local também deve ser considerada na hora da escolha, afinal o ambiente deve ser seguro e livre de acidentes.

 

A participação dos pais neste momento é importante para dar mais confiança à criança, independentemente da idade. “ Embora os pais conheçam o local e acreditem no profissional, a criança precisa ter alguém do lado dela para se sentir segura, isso minimiza o medo do novo.” – finaliza Finozzi.

 

Nas unidades do Corte Kids, tudo é muito colorido e com muitas atividades lúdicas para envolver os clientes e tornar o momento prazeroso. Cada estação de corte é equipada com canais infantis, vídeo game e filmes, além de brinquedoteca e ambiente climatizado e, ao final de todo “primeiro corte” recebem um diplominha para atestar que concluíram a sua primeira missão.

Fontes:corte1

Sobre o Corte Kids

O salão é especializado em cuidados com as madeixas infantis. A primeira unidade surgiu há 09 anos no bairro da Móoca (Unidade Juventus) e desde 2013 atua no setor de franchising. A casa já possui filiais no mesmo bairro (Unidade Cassandoca e Shopping Móoca Plaza), além de unidades no Tatuapé e São Caetano do Sul. As equipes que atuam nos salões franqueados são treinadas por Alexandre Finozzi, cabeleireiro e um dos fundadores da marca. Assim, todos os profissionais são pacientes e capacitados para atender desde bebês (que recebem um diploma de primeiro corte) até adolescentes que usufruem de tv´s com desenho e videogames. Já as meninas, dispõem de um camarim, com direito a penteado e manicure. A casa também trabalha com pacotes exclusivos para festas e no último domingo de cada mês, atende exclusivamente crianças com autismo. http://www.cortekids.com.br

 

Sobre Alexandre Finozzi

Filho de barbeiro, aos 25 anos, Alexandre Finozzi resolveu fazer um curso básico de cabeleireiro para começar a sua jornada profissional ao lado do pai no pequeno salão no bairro da Penha, Zona Leste de São Paulo. Durante a primeira semana percebeu que ainda não estava pronto para assumir o cargo e foi em busca de aperfeiçoamento. Alexandre fez em torno de 40 cursos profissionalizantes enquanto trabalhava como auxiliar em renomados salões da capital. Quando retornou ao salão do seu pai, aplicou tudo o que havia aprendido e aumentou consideravelmente o faturamento da casa. Neste período, Alexandre ganhou destaque no mercado e chegou a ser procurado por uma empresária do ramo infantil. Mesmo com pouca experiência nesse segmento, topou o desafio e começou a trabalhar em pleno sábado, quando era o único cabeleireiro da casa para atender os clientes mirins. Daquele dia em diante, apaixonou-se pelo público infantil e buscou aprimoramento técnico. No ano de 2008 decidiu abrir seu próprio salão junto com uma sócia, a cabeleireira Rosana Fernandes. Nascia aí, no Bairro da Mooca, a primeira unidade do Corte Kids. Hoje, dez anos depois, a rede atua no setor de franchising e possui filiais no mesmo bairro (Unidade Cassandoca e Shopping Móoca Plaza), além de unidades no Tatuapé, Guarulhos, Morumbi, São Caetano do Sul e em breve na Vila Leopoldina.

Deixe seu comentário

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top