Home / Amamentação / A importância do aleitamento materno nas primeiras horas de vida

A importância do aleitamento materno nas primeiras horas de vida

images

O leite materno é um alimento primordial para o desenvolvimento e contribuição psicossocial, onde oferece todos os nutrientes balanceados que o neonato precisa para iniciar uma vida saudável, além de oferecer total nutrição e fácil digestão. Garante também uma proteção transmitida por anticorpos, onde previne contra as diarreias, infecções respiratórias e fortalece um vínculo afetivo entre mãe e bebê.

 

Em 1981, foi estabelecida a política nacional do aleitamento materno, quando o mesmo se tornou prática da amamentação exclusiva, sendo até seis meses de idade conforme descrito e preconizado pelo Ministério da Saúde, o leite materno deve ser oferecido ao neonato na primeira hora de vida até o sexto mês de idade sem oferecer nenhum complemento, pois o mesmo até água contém, conforme aconselhado pela Organização Mundial da Saúde. A partir de então, deve ser complementado com outras fontes nutricionais até dois anos de idade pelo menos. Sendo assim, na Santa Casa de Mauá, o enfermeiro tem papel fundamental e é totalmente preparado para prestar assistência,  promovendo solidariedade à saúde da nutriz adequando as intervenções de enfermagem na saúde do lactente.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é importantíssima a orientação e o suporte adequado para as mães que estão amamentando, onde as mesmas devem receber todo apoio necessário nas dificuldades especificas, pois o profissional deve desempenhar um papel de extrema relevância na assistência, já que os primeiros dias após o parto é um período intenso de aprendizado que tem uma dimensão fundamental para o sucesso de uma boa amamentação bem-sucedida.

 

Cabem aos enfermeiros entender que a amamentação é uma ação  delicada para a mãe e requer dos profissionais a transmissão adequada sobre a importância da amamentação para o neonato, oferecendo segurança através de orientações que permitam o entendimento sobre o aleitamento materno.

 

Ele possui vários nutrientes como imunoglobulina, ácidos graxos essenciais, açúcares e proteínas que na amamentação é fundamental para o desenvolvimento psicomotor, psicológico e na fase de crescimento do neonato, além do contato pele a pele que proporciona afeto, carinho, amor, zelo, segurança e confiança entre mãe e bebê. Também oferece muitos benefícios para mãe, como redução do peso mais rápido, diminuição do risco de hemorragia e anemia pós-parto, redução de doenças como diabetes e o câncer de mamas e, principalmente, as doenças cardiovasculares entre outros.

Como parte integrante da equipe de saúde é importante que o enfermeiro tenha um preparo adequado para lidar com o binômio no processo de aleitamento materno e que busque formas de interagir com as mães tirando dúvidas sobre a importância da prática saudável da amamentação, compartilhando segurança e confiabilidade – fundamentais para que esta ação venha ocupar papel de excelência nos primeiros dias de vida do neonato.

 

Fonte: Sonia Maria Vieira Demarchi

MP & Rossi Comunicações

Deixe seu comentário

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top