Home / Família / 5 dicas de como livrar os filhos dos aparelhos eletrônicos

5 dicas de como livrar os filhos dos aparelhos eletrônicos

bebe_ipad-thumb-800x582-57839
Como escolher a melhor programação para divertir toda a família sem usar aparelhos eletrônicos

De acordo com uma pesquisa da Faculdade de Educação da Unicamp, em São Paulo as crianças que não brincam no mundo “real” e vivem grande parte do tempo interagindo com eletrônicos, podem ter um atraso no desenvolvimento.

Participaram da pesquisa crianças entre 8 e 12 anos e que ficam em média de quatro a seis horas apenas no mundo virtual. O resultado deste trabalho foi que de todas as vinte e uma crianças que participaram deste experimento, apenas uma delas, com doze anos tinha todo o desenvolvimento de raciocínio lógico e elementar esperado para a faixa etária.

O problema contudo, não são os celulares, tablets, videogames e computadores e sim, a falta de brincadeiras e interação com o real. Mas como conseguir com que seus filhos se desvincule dos eletrônicos e brinquem sem eles? Camilla Junqueira, é digital influencer e expert em maternidade e tem três filhos em idades distintas.

Confira algumas dicas de como entreter seus filhos sem o auxílio de aparelhos eletrônicos:

1- Procurar atividades que instiguem a curiosidade das crianças – ​É importante desenvolver a criatividade das crianças e para isso buscar brincadeiras que aticem o interesse dos pequenos.
2-Incentivar a prática de atividade física – ​Sempre busco colocar meus filhos em alguma atividade física, assim eles gastam energia e em alguns casos temos como colocar por meio do esporte a disciplina.
3-Estabelecer um limite de tempo para as crianças usarem aparelhos eletrônicos – Controlar o tempo que as crianças ficam em frente ao computador, celular, tablet e etc…é importante para que elas entendam que tem um limite para se entreter com o mundo virtual e que é importante fazer outras brincadeiras que não envolvam o mundo digital.
4-Deixar as crianças livres para novas descobertas, com os devidos cuidados – ​Não ficar o tempo inteiro em cima das crianças com receio que elas se machuquem é essencial para que elas descubram por si próprias como se desenvolver.
5-Criar uma rotina diária de atividades – ​mesmo durante as férias – Não deixar que as crianças percam a rotina, mesmo durante as férias. Como por exemplo, dormir tarde. Porque a falta de limites pode influenciar as crianças a ficarem mais tempo acordadas jogando video-game pelo computador ou assistindo a desenhos tarde da noite na televisão.

Fonte: Camilla Junqueira do instablog Mãe de Três (@maede3)

Deixe seu comentário

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top